Covid-19: Estabelecimentos nas áreas de Alimentos e Bebidas apostam em vouchers para coibir crise

O setor do turismo é o segundo mais impactado economicamente, depois da saúde, pela pandemia do novo Coronavírus. As mais de 52 atividades econômicas que envolvem o setor sofrem pela falta de público/turistas.

Hotéis, bares, restaurantes, boates, entre outros segmentos, estão há quase 20 dias fechados, conforme orientação governamental. Diante disso, o empresariado vem traçando estratégias para driblar a crise que acompanha a pandemia. Vouchers, assinaturas, promoções, sorteios do tipo “compre agora e leve depois”, são algumas das saídas que os estabelecimentos estão criando para minimizar os impactos no orçamento e contribuir para pagamentos de fornecedores e funcionários, para evitar demissão em massa, por exemplo.

Em Búzios, o restaurante Sushi Bardot lançou o voucher da casa, que dará ao cliente que comprar antecipadamente um desconto de 25% no valor do rodízio de sushi. O voucher Shushi Bardot é como um “pague agora com desconto e coma depois da quarentena”.

Pelas Redes Sociais, o estabelecimento publicou uma nota ressaltando que cada cliente é um parceiro. “Estamos diante de uma situação nunca antes enfrentada, o momento que o mundo atravessa afetou substanciamente o turismo, e nosso fluxo de caixa ficou comprometido. Entretanto, temos o compromisso social de pagar os salários dos nossos funcionários: essa é a nossa prioridade. Essa fase vai passar e queremos que você esteja no Sushi Bardot para celebrar”.

O Restaurante Lá, localizado em Petrópolis, também está utilizando o sistema de voucher. E suas Redes Sociais, o estabelecimento faz um apelo para que o público chame seus restaurantes de sempre e preferidos para fazerem o mesmo. “Cuidem dos locais que amam para que amanhã possam existir. Vamos fomentar a economia local sem sair de casa”.

Utilizando uma foto do restaurante vazio, com os dizeres: “Essa mesa é sua, precisamos de você”, o Restaurante Lá, fez uma postagem comovente.  No comentário, a casa ressalta que o cliente pode comprar um voucher sem data e usa-lo quando o estabelecimento reabrir, perante reserva.

2 comentários sobre “Covid-19: Estabelecimentos nas áreas de Alimentos e Bebidas apostam em vouchers para coibir crise

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.