Philipe Campello é o novo presidente da TurisRio

A TurisRio, Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, vinculada à Secretaria de Turismo, está sob nova direção. O secretário Estadual de Turismo, Otavio Leite nomeou, na última sexta-feira (03), Philipe Campello, 38 anos, para presidir a empresa estatal que tem, entre outras atribuições, a de gestora da política de turismo do governo, em consonância com o Plano Diretor de Turismo.

Philipe tem uma ampla bagagem no setor, passando pelas áreas pública, privada e acadêmica. Bacharel em Turismo, Campello começou sua carreira pública na própria TurisRio, em 2005. Em 2010, foi gerente de projetos da Secretaria Municipal de Turismo do Rio de Janeiro, onde permaneceu por sete anos, acumulando experiências em organizações de grandes eventos, como: Rock in Rio, Copa do Mundo e Olimpíadas. Em 2013, foi nomeado a gerir a subsecretaria de Turismo da cidade do Rio de Janeiro (Riotur). Foi vice-presidente de marketing da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj), autarquia ligada a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje). E, por último, foi diretor executivo do Rio Convention Bureau, desde 2018. Por onde passou, Campello desenvolveu um belíssimo trabalho em contribuição ao setor.

“Tenho um carinho muito grande com o Estado do Rio de Janeiro. E colocar na vitrine toda sua potencialidade e diversidade de destinos e atrativos é a minha grande satisfação. Sou um apaixonado pelo turismo”, disse o presidente ao Rotas RJ.

Nascido em Niterói e criado em Itaipú, Campello entende, perfeitamente, sua missão diante da TurisRio: a interiorização do setor. “A TurisRio é uma empresa respeitada no mercado. Tem uma função primordial que é a questão da interiorização, auxiliando os municípios através de suporte técnico, elaboração de planejamentos, etc. Sempre olhei a TurisRio como um local onde pudesse de fato executar uma das coisas que mais gosto de fazer, que é promover e divulgar o Estado do Rio de Janeiro. E é isso que farei, diante da instituição. Parafraseando o secretário Otavio Leite, farei com que a TurisRio exerça sua função, a de ser uma ponte forte entre o Estado e os municípios do interior”, frisou.

Segundo o presidente, o turismo no interior tem sua peculiaridade por ser sustentável, principalmente para as pessoas que vivem naquela localidade, pois promove desenvolvimento econômico local, tanto na qualificação da mão de obra, do receptivo, a valorização de produtos da terra e até mesmo, cultural.

“O principal desafio, neste momento, é se adaptar ao trabalho, diante dessa pandemia do coronavírus, um problema de saúde mundial, que impactou efetivamente o turismo. Toda estrutura organizacional mudou. Estamos confinados, porém, trabalhando muito para que quando essa crise passar, a gente possa sair na frente. A ideia é trabalhar o termo “car distance”, pois quando a pandemia acabar, a tendência será viagens curtas, através da malha doméstica. As pessoas estarão ansiosas para passearem, para sair do ócio, do confinamento, e o Estado do Rio de Janeiro está próximo de vários estados, como Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo. O que temos no momento é divulgar nosso leque de opções referente a destinos e atrativos turísticos”, concluiu

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.