Empresários e representantes de entidades acreditam que a transformação social e a economia solidária com o auxílio digital farão parte da sociedade pós pandemia

Usar a tecnologia como ferramenta para auxiliar na resolução de problemas sociais é uma prática que vem se mostrando relevante, nos últimos tempos. Não é por acaso que a sociedade civil organizada têm trabalhado com a tecnologia com objetivo de oferecer mais oportunidades a milhares de pessoas.

Alinhado com esse propósito e com a missão de transformar vidas e fortalecer comunidades, a GRC Ambiental e o Mundo de Vantagens, vêm convidando importantes atores da sociedade para essa discussão. Na reunião virtual realizada na semana passada, como o tema “Transformação social e Inclusão Digital para empresas e condomínios”, os participantes discutiram sobre todo esse processo de mudança comportamental da sociedade, tanto nos negócios, quanto na área social, abordando os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODSs). Entre eles, estavam: Francisco Navega, da Associação Comercial (ACIM); Thales Andrade, advogado e consultor ambiental, CEO da GRC Ambietal; Marcus Coelho, CEO da Moleza APP e serviços de sanitização; Adriano Soares, advogado e síndico do condomínio Mistral; e Flávio Poggian, presidente da Associação Comercial e Industrial de Rio das Ostras (ACIRO).

Para Thales Andrade, o propósito de transformação social e inclusão digital para empresas e condomínios, acontece através do poder do marketing de influência, onde é possível transformar atitudes e inspirar pessoas e empresas.

“Se queremos mudar o mundo é necessário adotar mudanças individuais no comportamento social, onde a sustentabilidade vai acontecer com a produção de um olhar para o desenvolvimento coletivo”, ressaltou o CEO da GRC Ambiental.

O Presidente da ACIM, Francisco Navega foi feliz ao definir o “tripé sustentabilidade , economia solidária e bem viver “ como meio dessa transformação. “Participei da live, junto com o Mundo de Vantagens, Condomínio Mistral, Associação Comercial Rio das Ostras, onde visualizamos nesse momento de pandemia as modificações que nossos negócios sofrerão. O tripé sustentabilidade, economia solidária e bem viver, caminharão juntas, e todas passarão por transformações e digitalizações para juntas poderem mostrar ao mundo que serão inseparáveis. A consistência de nossa tomada de decisão estará conectada as essas vertentes para que coexistam em harmonia, e atenda o maior número possível de pessoas”, observou.

Thales frisa que a missão é gerar resultados em vendas, com benefícios social e ambiental, onde os moradores do condomínio Mistral estão comprometidos e buscam soluções para o fortalecimento desta rede de vantagens, com o fortalecimento do comércio local, onde todos se fortalecem juntos.

A economia solidária já era tendência antes da pandemia do coronavirus, Covid19, que acelerou o processo de transformação social. O síndico do condomínio Mistral, Adriano Soares comenta sobre as ações do grupo em prol de uma sociedade mais sustentável.

“Acreditamos que a participação de todos (seja como empresa, Condomínio ou mesmo pessoa física) é extremamente necessária nesse momento de Pandemia. Temos que ter um olhar para o próximo, especialmente para os mais carentes e nos colocar no lugar deles. A grande maioria das pessoas não tem reservas financeiras para se sustentar adequadamente nesse momento  em que a economia está quase paralisada, o que falar então dos moradores de rua. Em nossa ação atuamos para minorar as consequências dessa grave crise oferecendo um prato de comida a todos que precisarem – moradores de rua, desempregados, autônomos, etc. Nesse momento estamos tentando ampliar a nossa ajuda arrecadando itens de higiene pessoal e peças de roupas”, disse o síndico, acrescentando que o projeto não temos ligações políticas ou religiosas e não tem pretensões de associar a projetos ou pessoas que pretendam se autopromover.

 Marcia Barbosa, proprietária de uma loja de acessórios femininos, apoia projetos de sustentabilidade e de economia solidária, e é parceira do Mundo de Vantagens.  

“Hoje, mais do que nunca, é imprescindível nas nossas vidas os projetos que incentivam que o produto da linha circular vai voltar para a linha de produção novamente; e informar ao cliente que o produto faz parte da linha sustentável. Vejo minha participação como parte de uma obrigação social, de cuidado, de pertencimento do mundo em que vivemos”, finalizou.

Sobre o Mundo de Vantagens – Trata-se de um clube de descontos que oferece produtos, serviços, pontuação ou descontos dentro de uma plataforma como uma estratégia de marketing para ­fidelizar o público de uma empresa, com o propósito de transformação social.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.