A beleza da natureza exuberante

                                    Bayard Do Coutto Boiteux                                              

O verde me encanta .A natureza enche meus pulmões de esperança .E um presente de Deus que acalenta nossos olhos e nos faz acreditar na vida .Uma vida que precisa ser preservada com projetos educacionais e com campanhas em defesa do meio ambiente .Plantando árvores estimulamos a sustentabilidade e o respeito pelo próximo .O mundo das plantas guarda muitos segredos ,que estão escondidos a sete chaves em nossa memória afetiva mas vem à tona quando nos defrontamos com seu sabor inigualável em nossas almas !                            

O ecoturismo é um dos caminhos para viver a imensidão do contato efetivo com a sobrevivência de nossos instintos de preservação .Enfrentamos com doçura uma paz interior que nasce de uma caminhada ,de um silêncio repleto de sons ,de imagens e acordam dentro de cada um de nós um gigante de generosidade e contemplação .As empresas que se especializaram,criam experiências sensoriais ,que nascem  nas políticas implementadas nos meios de hospedagem ,como no uso das toalhas ,no descarte do lixo e nas opções de alimentação ,na decoração ,no meio ambiente e nas atividades de integração com o que rodeia as propriedades com seus guias especializados em atrativos naturais .E esquecer o celular ,a televisão e mergulhar no mundo da vida primeira ,do retorno a um conto de fadas verdadeiro ,que precisa ser resgatado .                                                                      

Durante a pandemia ,vários exemplos de beleza das águas  ,dos rios ,do aparecimento de animais mostram que o Poder Público deve ter como bandeira a fiscalização continua das áreas de proteção ambiental.Tenhamos em mente que os tratados internacionais foram feitos não para roubar parte de nosso patrimônio mas que saibamos que alguns tesouros ,como a Amazônia são da humanidade e não apenas de alguns países ,embora o fundamental seja que desmatamentos sejam coibidos com mais rigidez pelas autoridades locais sem precedentes .A soberania passa por apoio internacional em fundos existentes e  nas ONGs que além de fazer seu trabalho ,denunciam com maestria as incongruências de visões equivocadas,sem amparo científico e técnico dos meandros de ética com a vida natural .  

                        As cidades devem aumentar suas áreas verdes e fazer de cada uma delas ,um legado de luta diária pela sobrevivência .Vamos caminhar juntos pela preservação e pela vida ,sabendo que no momento precisamos aprender a respirar com as máscaras que cobrem parte de algumas sensações mas trazem o exemplo da solidariedade e da consciência coletiva .Viva o verde !      

                                                Bayard Do Coutto Boiteux é professor universitário ,escritor ,pesquisador ,cidadão do mundo ,fiscal da democracia ,funcionário público e trabalha voluntariamente no Instituto Preservale e na Associação dos Embaixadores de Turismo do Rj .

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.