POR MEIO DE CARTA, INSTITUTO PRESERVALE DECLARA SER CONTRA A MUDANÇA DE NOME DA PRAÇA MANOEL CONGO

Em documento endereçado ao prefeito e aos vereadores de Paty do Alferes, instituição esclarece os motivos para a não realização da nova nomeação

A direção do Instituto Preservale redigiu uma carta, endereçada ao prefeito e aos vereadores da cidade de Paty do Alferes, no interior do Rio de Janeiro, com o objetivo de apresentar a discordância à troca de nome da Praça Manoel Congo. Com a nova nomeação, o local passaria a ser identificado como “Pastor João Auto Silva”, em homenagem ao religioso, falecido em janeiro deste ano, vítima da Covid.

Em nota, declara que “o projeto não volte à pauta antes que se instale na Câmara dos Vereadores um foro para discussão em que seja garantida voz para lideranças, ongs, associações e institutos, a fim de que se discuta o porquê dessa iniciativa no momento em que o país atravessa a maior pandemia de sua história”. Em 15 meses, mais de 400 mil mortes foram confirmadas em decorrência da doença.

É importante ressaltar que Manoel Congo é uma referência à luta do povo negro brasileiro, já que liderou a mais importante rebelião de escravos no Vale do Paraíba, no Brasil.

Segue abaixo, em anexo, a carta para mais informações:

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.