Setur-RJ e TurisRio auxiliam municípios na criação de novos produtos turísticos

A Secretaria de Estado de Turismo e a Companhia de Turismo do Estado do Rio de Janeiro (TurisRio) participaram, ao longo da semana passada, de reuniões com o objetivo de estruturar produtos turísticos do Norte e Noroeste fluminense. Durante os encontros, foi dada atenção especial ao circuito Caminhos do Açúcar, idealizado pelo Consórcio Intermunicipal (Cidennf), que engloba oito municípios.

Para Gustavo Tutuca, secretário de Estado de Turismo, esse trabalho de acompanhamento e apoio a novos produtos turísticos no interior fluminense é fundamental para o desenvolvimento do setor.

– Diversas cidades estão empenhadas em desenvolver produtos que atraiam os turistas na retomada das viagens. Nosso papel é conhecer todas as iniciativas, dando suporte e apoio técnico para que os projetos se concretizem e possibilitem novas experiências para os viajantes.

Em Campos dos Goytacazes, há dois roteiros em estudo: Imbé, que abrange a região da Lagoa de Cima, e de Santo Amaro, direcionado à área rural e religiosa. Em Cardoso Moreira, a prefeita Geane Vincler, disponibilizou a estrutura da prefeitura para apoiar o lançamento dos roteiros rurais e de cicloturismo, como ferramentas de desenvolvimento econômico.

Segundo Sergio Ricardo de Almeida, presidente da TurisRio, ao oferecer novas experiências aos turistas, os municípios abrem um leque importante de possibilidades para o fortalecimento do setor.

– Os roteiros atendem ao desejo da maioria dos turistas neste momento: atrativos ao ar livre. A proximidade com a natureza, que sempre foi um fator forte de atração, se fortaleceu com a pandemia. Ao propor passeios que ofertem lugares e atividades ainda não explorados, os municípios, com certeza, estão impulsionando o setor.

A equipe da Setur-RJ/TurisRio, esteve ainda em Italva, onde o prefeito Léo Pelanca, informou que o município está mapeando e organizando os atrativos rurais para finalizar a roteirização. O diretor de Marketing da TurisRio, Pablo Kling, que acompanhou e conduziu os encontros no interior, afirmou que muitos municípios estão empenhados em transformar o potencial turístico existente em produtos turísticos.

– A TurisRio vai ajudá-los nesse processo, porque o turista não compra potencial, ele compra produtos. É a promoção desses produtos que atrai os visitantes para as regiões.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.