Macaé terá um Posto de Informação ao Turista (PIT) nos Cavaleiros

No mês que o município celebra o aniversário de 208 anos de fundação da vila de Macaé, a cadeia do turismo ganha um presente: a ordem de serviço para construção do Posto de Informações Turísticas (PIT), no calçadão da Praia de Cavaleiros, local que reúne uma grande concentração de turistas e visitantes na cidade. A área construída de 48,5 metros quadrados vai funcionar de domingo a domingo com atuação de agentes e turismólogos da Secretaria Adjunta de Turismo, que serão responsáveis por dar acolhimento, fornecer informações e fazer a divulgação dos atrativos, equipamentos e serviços turísticos.O PIT é considerado um dos elementos básicos para que todo o sistema turístico de destino funcione. A praia também foi escolhida para receber o Posto em virtude de ser um importante atrativo turístico do município e possuir um Polo Gastronômico de referência, que contribui para atração de pessoas.

Vale lembrar que o Posto de Informações Turísticas é uma demanda antiga de todo o trade turístico macaense, incluindo as entidades de classe, o Polo Gastronômico dos Cavaleiros e o Conselho Municipal do Turismo (COMTUR). O projeto de criação foi idealizado e aprovado em conjunto, incluindo a escolha da localização.

A próxima etapa, durante a construção do PIT, será a realização de um chamamento público, no qual todas as empresas e prestadores de serviços turísticos do município, (incluindo os guias de turismo), serão convidados a realizarem um cadastro para terem seus serviços divulgados no Posto.

O secretário adjunto de Turismo, Fernando Amorim, ressalta que o Posto de Informações Turísticas é um marco para retomada do segmento, neste momento. “Esta é a marca do Governo Welberth Rezende, que está comprometido com o turismo, com o desenvolvimento econômico, social e humano. O segmento turístico de Macaé já tem pujança, e com o PIT, os visitantes terão acesso a informações qualificadas sobre Macaé, inclusive sobre os profissionais do trade e seus serviços. “, ressalta.

Já o representante da Secretaria de Turismo, Leonardo Anderson, observa que na ausência de um PIT, os turistas que aqui chegam, ficam “órfãos”, pois não têm um local de referência onde buscar informações turísticas, por exemplo: como visitar os principais atrativos turísticos, como ter acesso, quem os leva, como que se chega, o que fazer, entre outros.”. O Posto vai preencher essa lacuna e, principalmente, visa atender os nossos visitantes com toda a hospitalidade, e de modo eficiente, durante seu período de permanência em nosso município, promovendo um turismo seguro e confortável”, salienta.

A previsão é que a obra seja concluída no final de fevereiro de 2022. Para a idealização da construção, a Secretaria Adjunta de Obras teve o cuidado de criar o espaço em vidro para não causar conflito com a paisagem da praia.

“A proposta arquitetônica destaca um totem com fotos e banners, para visualização externa mais rápida, acoplado a uma laje inclinada que se une ao fechamento lateral em concreto aparente, formando um foyer de entrada. E uma caixa de vidro fechando na laje, proporcionando translucidez e leveza, o que criará uma moldura para a visão da praia”, informou o Secretário Adjunto de Obras, Felipe Bastos.

A construção do PIT, com fornecimento de material, mão de obra e equipamentos, ficou em R$ 249.192, 80. Vale lembrar, que Macaé vem experimentando crescimento do setor turístico. Como um exemplo disso, recentemente, o distrito do Sana foi selecionado pelo jornal Diário do Rio como um dos dez melhores destinos para aproveitar o inverno no estado. Também este ano, foi assinada pelo prefeito Welberth Rezende, a lei 4.747/2021, que transforma o Pico do Frade em Monumento Natural.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.